IMG 2520
Portugal

Roteiro de 10 dias pelo Açores: quatro dias no Pico

Este roteiro é parte duma viagem efetuada aos Açores durante 10 dias sendo que 5 foram passados no Faial e Pico e os restantes foram passados em São Miguel.

Veja aqui o roteiro na ilha do Faial.

A Ilha do Pico alberga a mais alta montanha de Portugal – motivo por si só suficiente para fazer uma viagem aos Açores e subir ao topo de Portugal. No entanto os seus encantos não terminam no topo. Há ainda as vinhas envolvidas em muros de pedra vulcânica e claro, a observação de baleias e golfinhos, as suas gentes e a sua natureza envolta constantemente por uma bruma que por vezes desce da montanha, por vezes fica apenas por lá, mas que nos acompanha no horizonte ao longo de todo o dia.

Faial mantêm ainda aquela aura de terra selvagem por descobrir, embora atualmente seja muito mais fácil chegar a estas ilhas do grupo central e já estejam muito mais desenvolvidas, oferecendo imensas opções de alojamento local e de atividades para os visitantes. No entanto o seu silêncio bucólico e as suas cores intensas, constituídas por vários tons de verde, pelo azul do mar e pelo preto das rochas, fundem-se numa arrebatadora viagem de sentidos.

 
[zt_button bgColor=”#376ebf” borderStyle=”solid” borderColor=”#1242a1″ size=”md” shape=”rounded” style=”info” textTransform=”uppercase” link=”http://www.scannertrip.com/pt/voo/” target=”_blank”]>> Voos para o Pico[/zt_button]

 

[zt_button bgColor=”#376ebf” borderStyle=”solid” borderColor=”#1242a1″ size=”md” shape=”rounded” style=”info” textTransform=”uppercase” margin-top=”5px” margin-bottom=”auto” link=”https://www.hotelscombined.pt/Place/Pico_islandPico_Island.htm?a_aid=159231″ target=”_blank”]>>Encontre Hoteis na Ilha do Pico[/zt_button]

 

[zt_gallery dir=”/blog/pico” width=”640″ height=”480″ thumbwidth=”100″ thumbheight=”100″][/zt_gallery]

 [zt_title type=”single-border”]Madalena e a observação das baleias e golfinhos[/zt_title]

Nós chegamos à ilha do Pico de barco, tendo por esse motivo chegado à Madalena. Eu já cá tinha estado à uns 7 anos e a vila está mais bonita e desenvolvida continuando no entanto a ser uma vila pitoresca com vista para o Faial. Junto ao porto da Madelena há vários quiosques onde se pode alugar os passeios para ver as baleias (Whale Whatching) que é efetuado ao largo da ilha, em barcos semirríguidos que permitem uma maior velocidade para chegar mais perto de um avistamento ou em barcos maiores.

Qualquer uma das empresas o irá proporcionar um passeio interessante. No ínicio é feita uma apresentação do que se irá encontrar e será desmistificado algumas ideias sobre o que possívelmente se poderia visualizar. As baleias ou os Cachalotes apenas mostram o seu dorço e por breves instantes, quando mergulham mostram a sua barbatana. Além dos Cachalotes poderemos observar várias espécies de golfinhos  Após algumas horas de avistamentos e de passeio voltamos à vila da Madalena.

IMG 2520

 [zt_title type=”single-border”]O Vinho e São Roque do Pico[/zt_title]

A tarde foi dedicada a conhecer a Paisagem Protegida pela Unesco da Vinha da Ilha do Pico. Entre a Madalena e a Areia Larga pode-se fazer um passeio pedestre pela paisagem natural podendo-se visitar a Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico. No entanto optamos por percorrer as estradas junto ao mar entre a Madalena e São Roque do Pico conhecendo não só a paisagem da Vinha mas também todos os pequenos lugares e as pequenas piscinas ai existentes. Saindo da Madalena passamos pela Barca e pelo conhecido Cella Bar para conhecer esta magnifica obra da arquitetura e a sua pequena praia. O passeio continua sempre com uma rocha negra a nos rodear, o mar num dos lados e claro, a vinha no outro. A estrada irá passar por várias pequenas piscinas, criadas no meio das rochas vulcânicas, pequenas aldeias e lugarejos. O Cachorro é um lugar onde se deve parar. Aqui há uma pequena formação rochosa que dá o nome a este lugar, mas também formações vulcânicas sobre o mar bastante interessantes. O passeio continua até São Roque, onde há vários pontos de interesse e segue até à freguesia da Prainha onde há um dos vários Parques Florestais com casinhas típicas, parque infantil, excelentes lugares para merendas, miradouros com vista para São Jorge e alguns animais. 

 

DICA:

[zt_message_box type=”info” extra-class=”message-box”]O Cella Bar situa-se na Barca e tem uma pequena esplanada onde se pode deslumbar o pôr-do-sol sobre o Faial e claro, um bom vinho dos Açores.

No Lajido pode visitar o Centro de Interpretação da Paisagem da Cultura da Vinha da ilha do Pico.

Nos Arcos e em São Roque encontra algumas das várias pequenas piscinas naturais.

Em São Roque pode visitar o Museu da Industria Baleeira.[/zt_message_box]

 piscinas pico

 

 [zt_title type=”single-border”]Lajes do Pico[/zt_title]

O segundo dia é dedicado ao outro lado da ilha. Partimos por isso em direção às Lajes do Pico. Logo à saída da madalena paramos para visitar a Gruta das Torres que no fundo não é uma gruta, mas sim um tubo lávico com 5150m de comprimento onde se encontrará estalactites e estalagmites. Depois da visita e continuando em direção às Lajes passamos por São Mateus e paramos na Reserva Florestal de Recreio do Mistério de São João. Este é mais um parque de merendas localizado numa zona da ilha que tem uma origem mais recente. Os vários “Mistérios” existentes no Pico são zonas em que o solo foi acrescentado numa erupção mais recente sendo o solo mais vulcânico e bastante negro.

Nas Lajes do Pico, além da vila que merece um passeio a pé pelas suas ruas o Museu dos Baleeiros merece uma visita. Esta é a vila baleeira por excelência e atualmente é também um ponto onde pode alugar os passeios para avistar as Baleias e os Golfinhos. Para terminar o dia, não pode deixar de se banhar na piscina por excelência da vila de nome Baía do Castelete. Na vila há ainda algumas opções para o jantar. 

baia

DICA:

[zt_message_box type=”info” extra-class=”message-box”]Durante o verão recomendo a reserva nos restaurantes das refeições. Parece-me ser uma prática comum nos Açores e dada a pouca oferta é mesmo recomendável.

Em São Mateus faça o percurso à beira-mar até à Ponta alta na Prainha do Galeão.[/zt_message_box]

[zt_title type=”single-border”]Subida ao Pico e Zona Central da Ilha[/zt_title]

O terceiro dia ficou reservado para a subida à montanha do Pico. Por sorte, o dia amanheceu sem nuvens e a Montanha manteve-se assim quase todo o dia (o que é raro). Optamos por fazer a visita com guias, podendo fazer a mesma sem o guia. No entanto, o número de pessoas que se encontram na montanha é restrito e fomos logo informados que caso não tivéssemos optado pelo guia, por volta das 5h00 já estavam esgotadas a quantidade de pessoas que podiam subir sem guia. Por esse motivo a Casa de Montanha (onde se efetuam os registos e se recebe a autorização para iniciar a subida) estava cheia de pessoas que aguardavam que houvesse pessoas a descer a montanha. 

Depois de feitas as apresentações com o guia e com o grupo, a subida inicia-se com uns degraus e, a partir daí, é apenas um caminho com muita rocha e com um grande acumulado de subida. Vale a persistência, a resiliência e a paisagem que nos rodeia. Ao longo do trilho, encontramos 47 postes, que marcam o percurso para evitar que se perca. Com o aumento da altitude a temperatura e o tempo vai variando. Tivemos a sorte de estar um dia limpo que permitiu usufruir da beleza indescritível da montanha e da ilha do Pico. Chegados à cratera é tempo de descansar, tirar fotografias e subir (ou escalar) até ao Piquinho (ponto mais alto). A descida também é sinuosa pelo que o passeio todo quase que nos preencheu o dia.

subida

Voltados à Casa da Montanha demos ainda um passeio pela zona central da ilha. Visitamos as pequenas lagoas ai existentes, a Lagoa do Capitão e a Lagoa do Caiado. Há mais mas não tivemos a oportunidade de as visitar. 

DICA:

[zt_message_box type=”info” extra-class=”message-box”]Para subir ao Pico, deve levar calçado e roupa apropriada. O percurso pode ser escorregadio e o tempo é bastante instável. Levar ainda muito protetor solar.

O tempo na zona central da ilha também é muito instável.[/zt_message_box]

[zt_title type=”single-border”]Ponta da ilha[/zt_title]

Neste último dia não podíamos deixar de visitar a outra ponta da ilha. Das Lajes do Pico até ao Farol da Ponta da Ilha há uma pequena piscina que nos ficou na memória. Não pode passar por este lado da ilha sem ir à Calheta do Nesquim e descer até à Poça das Mujas. A piscina natural é composta ainda por um escorrega que faz as delicias dos mais pequenos e a água é tão transparente que facilmente temos a sensação de estar a nadar dentro de um aquário cheio de peixinhos. Aqui tem ainda um apoio de praia que serve refeições.

Para finalizar o dia percorremos a estrada, no meio da lava negra até ao Farol. Paisagem indescritível. É hora de voltar, arrumar as malas e apanhar os pequenos aviões da SATA até São Miguel.

DICA:

[zt_message_box type=”info” extra-class=”message-box”]Perto do farol há o restaurante Ponta da Ilha. Uma excelente opção para uma refeição.[/zt_message_box]

 

 [zt_title type=”single-border”]Mapa da Ilha do Pico[/zt_title]

{source}
<p style=”text-align: center;”>
<iframe width=”800″ height=”600″ frameborder=”0″ style=”border:0″
src=”https://www.google.com/maps/embed/v1/place?q=place_id:ChIJmU9lqIOXRwsRRgwGaz6o8TE&key=AIzaSyD-0SGQzyZhi69L46InrUK49xN_ZSsTJQo” allowfullscreen></iframe>
</p>
{/source}

Veja aqui a continuação do roteiro com a ilha de São Miguel.

 [zt_title type=”single-border”]Hotéis populares na Ilha do Pico[/zt_title]

{source}
<cpnb data-cpnb-cookie-category-id=”third-cookies”><script async src=”//www.travelpayouts.com/blissey/scripts_pt.js?categories=popularity&id=24573&type=compact&currency=eur&host=search.hotellook.com&marker=59287.&limit=10&powered_by=true” charset=”UTF-8″></script></cpnb>
{/source}

[zt_title type=”single-border”]Compare os preços para a sua estadia[/zt_title]  

[zt_box_content][zt_box_content_item boxBgColor=”#ebe8e8″ iconColor=”#2c2c2c” iconBgColor=”#000000″ iconBorder=”0″ iconBorderColor=”#f26c4f” iconSize=”0″ iconTop=”0″ iconBottom=”0″ iconFontSize=”0″ title=”Pesquise e compare voos” link=”http://www.scannertrip.com/pt/voos” linkText=”Pesquise agora” linkColor=”#ffffff” linkBgColor=”#f26c4f” linkColorHover=”#333333″ linkBgColorHover=”#eeeeee” column=”6″]A ferramenta de pesquisa compara voos das diferentes companhias[/zt_box_content_item][zt_box_content_item boxBgColor=”#ebe8e8″ iconColor=”#2c2c2c” iconBgColor=”#000000″ iconBorder=”0″ iconBorderColor=”#f26c4f” iconSize=”0″ iconTop=”0″ iconBottom=”0″ iconFontSize=”0″ title=”Pesquise e compare hoteis” link=”http://www.scannertrip.com/pt/hotel” linkText=”Pesquise agora” linkColor=”#ffffff” linkBgColor=”#f26c4f” linkColorHover=”#333333″ linkBgColorHover=”#eeeeee” column=”6″]Com esta ferramenta pode comparar os preços para o mesmo hotel[/zt_box_content_item][/zt_box_content]

 [zt_columns][zt_column md=”6″] Booking.com

[/zt_column][zt_column md=”6″] Booking.com

[/zt_column][/zt_columns]

 

[zt_box_content][zt_box_content_item boxBgColor=”#9acadc” iconColor=”#2c2c2c” iconBgColor=”#000000″ iconBorder=”0″ iconBorderColor=”#f26c4f” iconSize=”0″ iconTop=”0″ iconBottom=”0″ iconFontSize=”0″ title=”Rent-a-car” link=”http://www.scannertrip.com/pt/carro” linkText=”Pesquise agora” linkColor=”#ffffff” linkBgColor=”#f26c4f” linkColorHover=”#333333″ linkBgColorHover=”#eeeeee” column=”6″]Compare preços[/zt_box_content_item][zt_box_content_item boxBgColor=”#9acadc” iconColor=”#2c2c2c” iconBgColor=”#000000″ iconBorder=”0″ iconBorderColor=”#f26c4f” iconSize=”0″ iconTop=”0″ iconBottom=”0″ iconFontSize=”0″ title=”Transfers” link=”https://kiwitaxi.com/en?pap=583b4ebc51428&pap_bid=9d5fea66″ linkText=”Pesquise agora” linkColor=”#ffffff” linkBgColor=”#f26c4f” linkColorHover=”#333333″ linkBgColorHover=”#eeeeee” column=”6″]Com kiwitaxi vai encontrar o transfer para o seu destino.[/zt_box_content_item][/zt_box_content]

 

{source}
<div id=”_mcePaste” class=”mcePaste” data-mce-bogus=”1″ style=”position: absolute; left: 0px; top: 2835px; width: 10px; height: 10px; overflow: hidden;”>
<h2 style=”text-align: justify; padding-left: 5px; padding-right: 5px;”>Horta faial azores ou açores é uma ilha a visitar.</h2>
<h2>Como chegar ao Faial e à Ilha do Pico.</h2>
<h2>O que fazer na ilha do Pico e onde ficar.</h2>
<h2>Informações sobre a subida à montanha do Pico.</h2>
<h2>Mapa da ilha do Pico.</h2>
<h2>Voos para a Ilha do Pico.</h2>
</div>
{/source}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *